Frozen: Uma Aventura Congelante – CrA�tica

Frozen: Uma Aventura Congelante

Familiar, mas ainda assim supreendente

★★★½☆

Disney tem o poder de nos apresentar personagens femininas previsA�veis, machistas e pouco inspiradas em momentos, mas tambA�m tem a habilidade de cativar emocionalmente platA�ias, especialmente as infantis, como poucos outros estA?dios conseguem. Frozen vem nessa onda de uma forma totalmente diferente e inesperada. Deixando de lado a glamourizaA�A?o das princesas e trabalhando uma trama digna de novela das 8, ainda nos cativa com personagens bem desenvolvidos e detalhes de direA�A?o fantA?sticos.

Frozen: Uma Aventura Congelante

Frozen: Uma Aventura Congelante nos mostra a histA?ria das princesas Elsa e Anna, irmA?s e melhores amigas na infA?ncia, apA?s um pequeno infortA?nio causado pelos poderes mA?gicos de Elsa, se separam por quase toda a vida atA� que seus pais falecem e a irmA? mais velha tem que assumir A�o trono. Quando os poderes da recente rainha saem de controle e o reino de Arendelle se vA? em um eterno inverno massacrante, Anna tem que partir em busca de sua irmA? desaparecida com a ajuda de um grupo incomum de amigos em uma jornada surpreendente.

Frozen: Uma Aventura Congelante

A histA?ria um tanto quanto autoral da co-diretora e roteirista A�(Detona Ralph) com o co-diretor A�(Tarzan) unem a delicadeza e bom gosto necessA?rios para criar esta visA?o parcialmente baseada no conto A Rainha da Neve. Buck entra com sua direA�A?o pensada na imersA?o, A?tima trilha sonora – vide o excelente e memorA?vel trabalho com Tarzan de 1999 – e um dinamismo que fica sensA�vel na telona. JA? Lee A� conhecida pelo seu toque emocional na trama – como no roteiro do nosso querido Ralph – e o bom gosto visual para dar vida a histA?ria de Hans Cristian Andersen. Uma combinaA�A?o perfeita que resulta em maravilhosas mA?sicas, um 3D memorA?vel da primeira tomada a A?ltima e uma direA�A?o de arte primorosa.

frozen-fabio-porchat-03

Na dublagem brasileira, alA�m do A?timo trabalho de dubladores jA? conhecidos como A�rika Menezes (Anna) e outros grandes profisisonais, temos uma grande e grata surpresa. FA?bio Porchat dubla o boneco de neve Olaf e rouba a cena em todas as suas apariA�A�es. A vida que ele trouxe ao personagem visivelmente se sobressaiu a sua dublagem americana, feita pelo ator Josh Gad. Realmente uma das raras gratas surpresas da dublagem feita por famosos. No A?udio original, a heroA�na A� interpretada pela tetA�ia daA�.

Frozen: Uma Aventura Congelante

O filme com lanA�amento americano, obviamente mirando o Natal gringo e a conquista dos coraA�A�es durante o inverno no hemisfA�rio norte, atinge mais do que uma A�poca propA�cia e um pA?blico aberto para histA?rias de amor e compaixA?o. Ele acerta nA?o apenas em cheio no pA?blico, mas tambA�m na crA�tica, com seu trabalho primoroso e detalhista de direA�A?o e suas reviravoltas surpreendentes na trama. O trailer nos vende um filme estrelado por uma rainha com poderes de congelar tudo, como o conto A Rainha da Neve realmente se foca, mas o filme nos mostra uma princesa Disney mais humanizada, que acorda descabelada e babando e faz tanta trapalhada ou mais do que o alA�vio cA?mico da pelA�cula.

Frozen: Uma Aventura Congelante

A Disney se recusa a deixar de lado a magia e os personagens feitos para vender merchandise, como animais com olhos e feiA�A�es puramente humanizados, mas arrisca tambA�m em trazer um pouco seus protagonistas para a realidade, mostrando que todos estA?o propensos a suas falhas e seus escorregA�es. Uma decisA?o ousada, mas que rende frutos para o estA?dio e torna a animaA�A?o em um ponto obrigatA?rio para as fA�rias, especialmente se vocA? tem que entreter crianA�as.

Levem os pimpolhos e vejam eles grudados na telona, de preferA?ncia com o 3D e com 1001 gargalhadas com Olaf durante mais da metade do filme. Vale a pena o ingresso, mas cuidado com os brinquedos daqui algumas semanas. 😉




})(jQuery);