http://www.cinemista.com.br/wp-content/uploads/2012/03/the-amazing-spider-man.jpg

O Espetacular Homem-Aranha – Crítica

 Poster de O Espetacular Homem-Aranha

★★★★½

Agora sim! O Espetacular Homem-Aranha é finalmente Amazing.

Sempre pareceu um absurdo um reboot pouquíssimo tempo depois do final de uma triologia do mesmo personagem. Absurdos a parte, decidi ficar quieto já que Heath Ledger de Coringa calou a boca de MUITA gente com Cavaleiro das Trevas. Ao ver o trabalho de Marc Webb em O Espetacular Homem-Aranha, a fidelidade visual alcançada pelos consultores da Marvel em colaboração com a Sony mostraram que, pelo menos visualmente, a coisa daria certo. E deu.

O Espetacular Homem-aranha

 

O filme conta uma história de origens um pouco diferente do tradicional. Peter Parker é um jovem que perdeu os pais ainda criança e foi criado pelos seus tios Ben e May. Quando ele começa a tentar desvendar o desaparecimento de seus pais, é mordido por uma aranha modificada geneticamente e adquire poderes extraordinários… o resto você já sabe e, caso não saiba, não sou eu que vou dar spoilers. 😉

O Espetacular Homem-Aranha

Marc Webb em ação

Marc Webb, fora a piada óbvia de “webb” com o Cabeça de Teia, não poderia ter sido escolha melhor. Sua fidedignidade ao visual do Aranhomem aliada a sua capacidade de operar o 3D muito bem nas cenas de ação – infelizmente sem aplicar tão bem na atuação como Scorsese – o tornaram boa escolha. Uma trilha sonora sóbria, um trabalho mais realista – dentro das capacidades que a Marvel dá a seus personagens de serem “realistas”- e uma fantástica seleção de elenco por parte dos produtores/diretor fazem dessa uma obra autoral muito bem desenvolvida. Claro, tem aqueles pequenos defeitos aqui e alí, comuns a várias obras do cinema de ação, mas com certeza se destaca no seu gênero, tecnicamente falando.

O Espetacular Homem-Aranha

Rhys Ifans e uma atuação impecável dentro de uma argumentação um tanto quanto fraca

E do lado dos atores, realmente foi boa escolha de cabo a rabo. Desde o fanboy e promissor Andrew Garfield e sua companheira lindíssima/maravilhosa/fofura/tudibaum Emma Stone, até a seleção magistral dos premiados Martin Sheen e Sally Field como Tio Ben e Tia May, passando por um ótimo vilão interpretado por Rhys Ifans. Notem que falei de um vilão bem interpretado, não necessariamente bem escrito, já que apresenta verdadeiras inconsistências. Dentro de todo o elenco, vale ressaltar um easter egg interessante. O motorista do empresário indiano da organização Oscorp é ninguém menos que o assassino de Tio Ben no primeiro Homem-Aranha de Sam Raimi, Michael Papajohn. Easter egg de casting mais que legal né? O filme está cheio destes. Sem deixar para trás a mais fantástica aparição de Stan Lee de todos os tempos.

O Espetacular Homem-Aranha

Talvez o mais impressionante da película seja a ousadia de Webb de interpretar personagens mais fiéis aos quadrinhos enquanto retira conceitos considerados praticamente sagrados aos fãs, como a frase icônica de Tio Ben ou  a recente queridinha May Jane, substituindo a mesma pela primeira namorada oficial de Parker, Gwen Stacy, de forma incisiva e sarcástica. Ousadia enquanto respeita as origens é algo muito raro hoje em dia no mundo dos quadrinhos em formato de filme. A verdade é que as referências são inúmeras, que vão satisfazer os fãs mais “roots” e dar um ar de frescor para os neófitos da franquia.

Espetacular Homem-Aranha

O Espetacular Homem-Aranha fugiu do trivial, foi muito além do chamado do dever. Além de cumprir todos os pontos apresentados acima, conseguiu construir uma história begins para uma triologia no mínimo magnífica com um segundo filme bem engatilhado. Não bastasse isso, a cena pós-créditos faz valer o filme, além de sua fodacidade inerente, mas também pela forma como foi conduzida, deixando bem claro que o Lagarto, vilão desta franquia, é nada mais do que uma introdução. Definitivamente recomendado para todos e não pode faltar um bom Real 3D, de preferência em Imax.




Comentários

  1. Tici disse:

    Sério, esse filme de espetacular não tem nada…esperava mto mais dele, talvez se minhas expectativas fossem mais baixas eu teria gostado mto, mas sério foi um porre… :/

  2. Phoer Gouvea disse:

    Não gostei, a direção é fraca, os atores não tem carisma, a historia tbm não me agradou em varios momentos vc se perde no filme, espero que o proximo filme do aranha mude pelo menos a direção.

  3. aff disse:

    assisti hoje em 3d mais ele nao tem nada a ver no final ele de ves de escalar o lagarto que o segura pra nao cair diga se nao foi burrice

    1. eudisse disse:

      ele segura o homem aranha pq o antidoto curou o cruzamento de especie (aranha com homen) de peter parker assim como curou ao do lagarto

  4. george lucas disse:

    a palavra certa pra esse filme e "legalzinho "…

  5. João disse:

    Achei melhor que os outros três. O casal bem mais carismático que o outro.

  6. Alex Nery disse:

    Só aguentei esse filme até a metade.

    Roteiro mais que furado, tudo "combinado" na marra, Peter Parker débil mental rebelde sem causa, Lagarto mal feito, espécie de Hulk do pântano.

    O diretor Marc Webb disse que dificilmente voltaria para a sequência. Agora eu entendo. Eu também não voltarei.

    A trilogia anterior tem falhas, mas os dois primeiros filmes valem muito mais do que esse Homem-Aranha fast-food.

    Escroto todo. Não recomendo.

    1. Jean Menezes disse:

      Sem contar que foderam com o Dr. Connors, as crianças de hoje vão achar que ele era um filho da puta, o que não tem nada a ver com a história em si.

  7. Tobey Maguire é o melhor disse:

    Ágil, rápido, escala paredes… Apesar do Stan Lee ter criado o Homem Aranha com uma máquina q lança teias, esse filme tá mais pra “O Espetacular Homem Esquilo” do que pra Espetacular Homem Aranha! Mas apesar dos pesares, tenho q concordar com o George Lucas, o filme é “legalzinho”, mas não chega aos pés do filme original!

})(jQuery);