http://www.cinemista.com.br/wp-content/uploads/2013/10/ohomemdeaço.jpg

O Homem de AA�o – CrA�tica

O Homem de AA�o

★★★★☆

S de esperanA�a para a DC

Sou marvelmanA�aco declarado, mas de qualquer forma o azulA?o sempre teve um lugar especial no meu coraA�A?o. Apesar da lA?gica moderna de herA?is obscuros e realismo nos quadrinhos ter roubado um pouco da glA?ria do alienA�gena certinho que veio para nos guiar, Super-homem A� um A�cone de idealizaA�A?o. Quando Zack Snyder e Chris Nolan se uniram nesse projeto, pelo menos uma qualidade inigualA?vel seria garantida. Estamos falando do cara de 300 junto ao produtor de AmnA�sia e A Origem – nem vou citar Cavaleiro das Trevas – para revitalizar um dos herA?is mais antigos e icA?nicos da DC Comics. Eis entA?o que vemos uma nova e atualizada versA?o de Kal, filho da casa de El, com motivaA�A�es, inspiraA�A�es, dilemas e poderes que nunca poderiam ter sido mostrados a 30 anos atrA?s, quando Christopher Reeves imortalizou o personagem nas telonas. E ainda tem gente que reclama da mesma histA?ria que foi contada centenas de vezes.

O Homem de AA�o

DesnecessA?rio dizer que o filme conta a histA?ria do Homem de AA�o, mas dessa vez mostra suas raA�zes e os motivos pelo qual Krypton chegou a ruA�na e destruiA�A?o, assim como a esperanA�a deposita em Kal-El ao ser enviado para terra, onde foi criado pelos Kent como um garoto com um segredo, o qual futuramente seria a chave para a salvaA�A?o da humanidade frente ao ameaA�ador General Zod e seus soldados.

Onde Brian Singer errou muitos erraram, Zack Snyder pode dormir tranquilo. Ao tentar mostrar um Supinho mais humanizado, mas sem desmerecer a simbologia cristA? americana em torno do personagem, Snyder globalizou mas tambA�m reproduziu boa parte das melhores caracterA�sticas do kryptoniano visualmente. Talvez nA?o exista maior triunfo do que o da Hans Zimmer, novamente, ao criar uma trilha de super herA?i icA?nica, ao mesmo tempo que nem um pouco caricata, como nos filmes de antigamente. Apesar de particularmente sentir falta do score de John Williams, nA?o estamos prontos para aquela marcaA�A?o clichA? dos anos 70 e 80. A direA�A?o de efeitos visuais, apesar de ter derrapado em alguns raros momentos no cgi, conseguiu trabalhar muito bem com a direA�A?o de arte para criar o clima de aventura sci-fi realista que os envolvidos obviamente pretendiam. Sintonia…

O Homem de AA�o

O elenco surpreende positivamente. Apesar das algumas reclamaA�A�es sobre a atuaA�A?o de A�como Lois, acredito que no quesito de interpretaA�A?o do personagem ela tambA�m fugiu um pouco da Lois Lane brigona e – por falta de melhor expressA?o – extremamente enjoada colocada em sA�ries e filmes anteriores, para uma mulher nA?o apenas inteligente, como tambA�m compreensiva. Obviamente as atuaA�A�es tanto de A�como de Kevin Costner atA� surpreenderam, pois nA?o esperava tanto de ambos, mas o verdadeira trunfo fica nas mA?os de A�como Zod. Ele faz vocA? sentir os ~sanguenoszA?io~ ao longo do filme.

O Homem de AA�o

Esse entra naquela categoria de “ame-o ou deixe-o” de filmes de super-herA?is, mas a aceitaA�A?o no geral foi muito boa, inclusive no quesito entretenimento. Ele tem de aA�A?o a toda aquela parafernalha e explicaA�A�es esdrA?xulas do sci-fi pastelA?o atual, mas sem perder um pouco do bom humor e com bastante desenvolvimento de personagem. Sempre vA?o ter aquelas reclamaA�A�es clA?ssicas por fugirem do “mito” original um pouco. Personagens como Lois Lane e Perry White realmente estA?o sub-desenvolvidos e desperdiA�ados ao longo do filme, se colocando de maneiras nas quais o espectador pode nA?o simpatizar com os mesmos e ficar apenas embasbacado vendo uma “briga entre deuses” na Terra. SA? que este A� um filme da A?tica de Kal-El, nA?o de como o mundo vA? o Super-homem. Acho que A� importante ver no ponto de vista destes alienA�genas, que apesar de serem o pivA? do drama na histA?ria, realmente sA?o apenas coadjuvantes e nada mais do que isso.

O Homem de AA�o

As mudanA�as, a histA?ria toda desenvolvida – muito bem por sinal – em Krypton e a importA?ncia das raA�zes do Homem de AA�o realmente me cativaram. Os fanboys que me perdoem, mas essa A� a melhor coisa que jA? fizeram do azulA?o – agora sem cueca por fora da roupa, AINDA EM – em dA�cadas. Esse A� definitivamente uma recomendaA�A?o sensata e, se estiver pensando em acompanhar o desenvolvimento do universo DC baseado nisso, com direito a Batman e Mulher Maravilha, A� bom se inteirar bem desse filme, pois vai render nA?o apenas muita bilheteria e Blu-rays como tambA�m muita histA?ria atA� 2015. A DC, que nA?o ia bem das pernas depois de Lanterna Verde e sA? com O Cavaleiro das Treva nas costas para levantar sua moral, agora pode respirar aliviada com uma possA�vel afronta a Vingadores no futuro.

O Homem de AA�o




})(jQuery);